Pesquisar este blog

sábado, 9 de abril de 2011

RAPIDINHA

Saio do elevador, passo pela portaria e ganho a rua. Ladeira acima, dobro a esquina, ladeira abaixo. Pedra portuguesa, pedra portuguesa, pedra portuguesa. Esquina. Sinal fechado. Corre, vai abrir. Atravesso correndo. Carro em alta velocidade. Buzina. Xingamento. Ladeira abaixo. Pedra portuguesa, pedra portuguesa, pedra portuguesa. Dobro a esquina. Calçada quebrada. Banca de jornal fechada. Rua movimentada. Espero o sinal fechar. Olho para um lado, para o outro. Atravesso correndo. Dobro a esquina. Rua residencial. Casas que ainda resistem à especulação imobiliária.  Pedra portuguesa, pedra portuguesa, pedra portuguesa. Barbeiro, colégio, banca de jornal, barzinho novo na esquina. Bonitinho. Vou vir aí um dia. Dobro a esquina. Banca de jornal, farmácia, pedra portuguesa, metrô.

Nenhum comentário:

Postar um comentário